Não são todos que conseguem sucesso no mundo dos negócios. Na verdade, até empreendedores renomados podem ter seus momentos de perda. Com o mercado mais competitivo e os clientes mais exigentes, os gestores precisam a todo custo desenvolver uma administração apurada e dedicada, que procure satisfazer ao máximo aos desejos dos consumidores sem incorrer em despesas excessivas.

O restaurante continua sendo um ótimo negócio para ganhar dinheiro. Mas nada é fácil. Trata-se de um ramo que oferece alimentação e bebidas, sendo estas secundárias. Hoje, uma forma de otimizar o atendimento é oferecer o serviço delivery, ou entrega em domicílio. Veja 4 dicas de empreendedorismo para donos de restaurante!

1. Invista no relacionamento e em treinamentos de seu time de funcionários

É necessário investir tempo e dinheiro nos funcionários, porque eles ajudam a manter seu negócio vivo. Em uma empresa onde há rotatividade alta de empregados, a compensação financeira e a comida de boa qualidade não são suficientes para manter o funcionário satisfeito.

O dono de um restaurante precisa se dedicar aos seus colaboradores de forma humana, tratando-os como o que realmente são: pessoas com emoções, com características próprias. O respeito ao funcionário é o primeiro passo para cativá-lo. O gestor deve demonstrar preocupação por sua vida pessoal e profissional.

Recomenda-se ao gestor realizar reuniões mensais, eventos de pessoal, programas de incentivo e criar uma política transparente entre líderes e colaboradores. Assim, será possível manter uma equipe de funcionários saudáveis e felizes.

2. Conheça bem a região em que está seu negócio

Não poderia faltar, entre as dicas de empreendedorismo, o conhecimento do mercado local, dos hábitos de consumo da população, do nível da concorrência. O restaurante tem a vantagem de oferecer um amplo campo de atuação para o dono, minimizando os impactos de uma concorrência mais acirrada. Por exemplo, um restaurante de comida chinesa não é necessariamente um concorrente de um restaurante de comida popular.

É importante analisar a região e observar as tendências para investir em seu estabelecimento com mais propriedade. É verdade que é um risco abrir um restaurante de comida japonesa em uma região onde as pessoas nem a conhecem direito, nem se interessam por ela. A inovação deve existir, mas sempre com moderação e respeitando os limites do local de atuação.

Em bairros nobres, vale a pena abrir um negócio sofisticado, com comida de preço mais alto e até com opções mais exóticas. Em um bairro médio, é preciso investir na qualidade da comida e do atendimento, mas sem exagerar na sofisticação ambiental, oferecendo preços mais acessíveis.

3. Compre os melhores equipamentos para seu empreendimento

O sucesso de seu restaurante não depende apenas de uma boa administração financeira, de uma boa comida ou de funcionários qualificados. É preciso investir em bons equipamentos também. Eles contribuem para a melhor produtividade e também para a melhoria na qualidade dos serviços.

Na hora de comprar os produtos, avalie a marca, a loja, o material. Entre os principais, podemos citar: o fogão industrial; o forno industrial; churrasqueira; o fogão elétrico; a fritadeira; o forno multiúso/assador de frango; o cortador de legumes; a refresqueira/suqueira; o liquidificador industrial e outros.

Os produtos mais importantes e que devem ser priorizados são os de padaria, açougue, lanchonetes, etc., pois com eles você poderá ter um estabelecimento mais completo, servindo bem seus clientes.

Agora você já sabe as melhores dicas de empreendedorismo para otimizar seu restaurante. Como está sua expertise de empreendedor e administrador?

Gostou do texto? Não deixe, então, de curtir nossa página no Facebook e conferir nossas publicações!