Ter um bom exaustor industrial é essencial para a cozinha de um negócio. Não importa se você tem uma padaria, uma panificadora ou um restaurante — esse é um equipamento que fará toda a diferença no cotidiano e até no relacionamento com os clientes.

Primeiramente, é uma forma de dispersar corretamente a fumaça e gases decorrentes da preparação de alimentos. Com isso, não há o risco de todo o lugar ficar marcado pelo cheiro, que nem sempre é agradável.

Além disso, é ideal para melhorar a qualidade do ar e até diminuir a temperatura no local, o que garante segurança no trabalho.

Como é algo tão importante, a escolha deve ser criteriosa, não é mesmo? A seguir, fique por dentro do que avaliar antes de escolher um exaustor industrial!

Preste atenção na capacidade de ventilação

Um dos pontos relevantes nesse equipamento é a sua capacidade de arejar o ambiente. Para tanto, ele precisa ser capaz de exercer um nível adequado de ventilação.

Afinal, se for fraco demais, o componente não cumprirá a sua função.

Por isso, verifique quais são as promessas em torno dessa característica. Um exaustor com design diferenciado nas hélices, por exemplo, costuma oferecer um nível maior de ventilação.

Também é importante conhecer o nível de potência e a quantidade de rotações por minuto. Assim, você saberá qual é a capacidade de operação. 

Veja qual é a resistência do exaustor industrial

Como esse equipamento será utilizado durante longas horas, todos os dias, é indispensável que ele seja durável. Para tanto, deve ser fabricado com materiais adequados e que suportem diferentes condições ambientais.

Também vale conferir se alguns componentes, como as grades, oferecem a resistência certa. Isso impedirá que seja necessário trocar de item o tempo inteiro, o que melhora o retorno sobre o investimento.

Saiba qual é o nível de consumo de energia

O exaustor industrial não deve ser o vilão da conta de energia elétrica do seu negócio, de modo a não prejudicar a lucratividade. Para evitar surpresas desagradáveis nesse sentido, o ideal é conferir quanta energia esse equipamento consome.

Dê preferência a um exaustor que tenha baixo consumo e alta eficiência. Assim, ele vai funcionar corretamente, sem exigir a adição de muitos quilowatts à conta que chega ao final do mês.

Confira quais são as características de operação

Para completar, é interessante saber, de antemão, como o exaustor industrial opera no dia a dia. É importante que ele seja fácil de limpar, por exemplo. Assim, é possível fazer a manutenção adequada para manter a higiene e respeitar as regras sanitárias.

Também é indispensável verificar se a instalação é simples e se conta com o suporte técnico do fabricante. Em relação ao uso, o item deve ser silencioso. Com menos ruídos, há a garantia de conforto para profissionais e clientes.

O exaustor industrial é crucial para o uso adequado e eficiente da cozinha do seu negócio. Ao considerar todos esses fatores, você não vai errar na escolha e entregará os resultados que tanto espera.Já que falamos em regras de higiene, aproveite para conhecer quais são as normas de fiscalização sanitárias para restaurantes!