O ramo de alimentação está em constante expansão no mercado, e diversas são as propostas na oferta de alimentos para a população: comidas caseiras, gourmet, fitness, pratos específicos para o público com restrições alimentares… Enfim, oportunidades não faltam para os amantes da culinária! Mas se você possui um negócio próprio no ramo ou sonha em ter um, é necessário saber como montar uma cozinha industrial, que atenda as suas necessidades e as do seu público.

Assim como em outros negócios, a oferta de alimentos aos consumidores deve ser feita de acordo com as normas e é sempre muito bem fiscalizada. Sendo assim, o ponto chave para o sucesso de seu empreendimento no ramo alimentício é, justamente, onde tudo começa: na cozinha!

Por se tratar do local de confecção de um produto tão essencial à vida de todo ser humano, a montagem de cozinhas industriais é guiada por normas rígidas relacionadas à documentação, aos equipamentos necessários, ao espaço e sua distribuição.

É muita coisa para se pensar e resolver e, para que você não se perca no meio de tanta informação, reunimos, neste post, os 3 passos mais importantes para montar uma cozinha industrial. Continue lendo para saber mais!

1. Definição do investimento e verificação dos documentos necessários

Todo novo empreendimento tem seus custos, então planeje-se! Tendo em mente o valor máximo disponível para seus investimentos, dedique seu tempo fazendo orçamentos de tudo o que precisa. Pesquise diferentes fornecedores para cada item de sua lista, levando em consideração o preço e a qualidade do produto.

Para ter uma noção das principais fontes de seu investimento, fique atento a estes pontos:

  • valor do aluguel ou compra do espaço;
  • contratação de engenheiros, arquitetos e pedreiros para sua obra;
  • instalação de iluminação própria para sua atividade;
  • valores dos equipamentos e utensílios;
  • valores gastos com a regularização da documentação exigida;
  • salários dos colaboradores; 
  • compra de matérias-primas para seu produto.

Dos itens acima, a documentação exigida para o funcionamento de seu negócio merece atenção redobrada. A falta de um documento importante pode impedir o funcionamento de seu negócio e até mesmo acarretar multas. Para que isso não aconteça, certifique-se que toda a documentação necessária esteja em dia.

Em caso de dúvidas sobre a documentação, é recomendado dirigir-se ao órgão de vigilância sanitária em sua cidade para obter maiores informações sobre a legislação que regulamenta os produtos utilizados e a atividade pretendida.

2. Definição da localização e a atuação da cozinha

É muito importante fazer uma breve pesquisa de mercado para a definição destes dois pontos. Saber o que o público espera de um serviço de alimentação – não só em termos de atendimento, mas também o tipo de comida que as pessoas buscam – é essencial para o sucesso de todo empreendimento desse ramo, afinal, de que adianta se empenhar para oferecer algo que o público não tem interesse em consumir?

Com os dados da pesquisa em mãos e sabendo o que seu público deseja, defina qual tipo de comida oferecerá e de que forma esse produto alcançará os consumidores: em um espaço físico próprio – restaurante, padaria, lanchonete, etc – ou por delivery. Não se esqueça de aliar a opinião do público com suas preferências, pois fazendo o que gosta, tudo fica mais fácil!

Com o primeiro passo definido, é hora de avançar e decidir o local de sua cozinha. A escolha da localização é uma etapa altamente estratégica e muitos fatores devem ser levados em consideração. 

Se você pretende oferecer alimentos em um local fixo, procure um lugar de fácil acesso e com uma boa visibilidade. Pessoas que se alimentam fora de casa buscam por praticidade e perder tempo procurando onde comer não é nada prático!

Caso sua opção seja o delivery, procure se posicionar em regiões centrais, que facilitem a chegada de materiais e a saída para entrega dos produtos.

A localização também influencia na salubridade e higiene de sua produção. Por isso, certifique-se de que o local escolhido estará afastado de fontes de contaminação, pragas ou qualquer outro fator que coloque seus alimentos em risco.

Outra questão importante na montagem de sua cozinha industrial é pensar na estrutura do espaço e na disposição dos móveis e equipamentos, prezando pela facilidade de locomoção dos colaboradores e pelo fácil acesso ao estoque.

3. Pesquisa dos equipamentos e utensílios necessários

Se você já tem um espaço e autorização para produzir seus alimentos, chegou a hora de definir seus utensílios e equipamentos! Ao escolher o que será utilizado em sua cozinha, faça uma lista de tudo o que for indispensável para sua produção e/ou que facilite seu trabalho.

Destacamos a seguir um conjunto de equipamentos fundamentais para toda cozinha industrial:

  • armários e estantes – Em primeiro lugar, você deve se atentar aos locais utilizados para a estocagem dos utensílios necessários para a preparação dos alimentos que serão produzidos. As estantes e os armários das cozinhas industriais precisam ser abertos e espaçosos, de modo a facilitar os processos de retirada e retorno dos equipamentos após a utilização. Além disso, a ANVISA recomenda que os armários e estantes de uma cozinha industrial sejam fabricados em aço inox, um material resistente e que não transmite odor ou gosto para os pratos.
  • mesas de trabalho – As mesas de trabalho são essenciais, tanto nas menores cozinhas quanto nas maiores e mais requintadas. São nelas que os ingredientes são cortados e os pratos preparados. Assim como para os itens anteriores, é recomendado que se utilize mesas de aço inox, pois além de serem mais resistentes à oxidação atmosférica (o que as permite suportar diferentes graus de temperatura), são capazes de garantir as melhores condições de higiene e segurança. 
  • freezer e refrigerador – Praticamente todos os ramos de atuação no setor alimentício necessitam de matérias-primas que devem ser mantidas a baixas temperaturas ou, até mesmo, congeladas. Desse modo, considerando os insumos que você utilizará na preparação de seus pratos, escolha o equipamento de refrigeração que mais se adeque às suas necessidades, atentando-se também ao espaço disponível em sua cozinha no momento da escolha.
  • forno e fogão industriais – Esses são os equipamentos utilizados para a preparação de pratos quentes, sendo dois dos principais aparatos de uma cozinha industrial. O fogão industrial é utilizado para o cozimento de alimentos, enquanto o forno industrial possibilita a preparação de alimentos assados.
  • fritadeira – É comumente utilizada em estabelecimentos voltados para a venda de fast-food, que se caracterizam pela oferta de alimentos fritos, como batatas e salgados. Vale destacar que a fritadeira industrial é mais eficiente no processo de fritura do que a utilização de frigideiras convencionais. Caso você trabalhe no ramo de alimentação saudável, uma opção é a utilização da fritadeira elétrica. Essa ferramenta possui um sistema de fritura que não utiliza óleo, deixando seus alimentos livres de gordura.
  • liquidificador e processador de alimentos – A preparação de diversos tipos de pratos – sejam eles doces ou salgados, quentes ou frios – requer a utilização destes equipamentos. Eles servem para o processamento ou a mistura de ingredientes. Dê preferência a produtos confeccionados em aço inox, pois eles possuem maior vida-útil.
  • extrator de suco – O brasileiro, de modo geral, possui o hábito de consumir sucos durante suas refeições. No caso das frutas cítricas, como o limão e a laranja, o extrator de suco facilita, e muito, o preparo de um delicioso e nutritivo suco.

Como muitos dos materiais aqui citados são feitos de aço inox, é importante conhecer um pouco sobre seus diferentes tipos e classificações. Os aços inoxidáveis 304 e 430 são os mais utilizados em cozinhas industriais. O primeiro é composto por ferro, cromo e níquel, possuindo grande resistência à corrosão e oxidação. Já o segundo, possui menor custo por não apresentar níquel na composição, e, ao contrário do primeiro, é magnético.

Pronto! Seguindo esses três valiosos passos você possui o conhecimento necessário para montar uma cozinha industrial sensacional e está cada vez mais próximo de realizar o sonho de ser o dono do seu próprio negócio. Agora é hora de colocar a mão na massa, literalmente!

Para maiores informações sobre equipamentos e utensílios de qualidade indispensáveis para a sua cozinha industrial, entre em contato conosco! Podemos te auxiliar via chat em nosso site e através de nosso perfil no Facebook. Além disso, se preferir, entre em contato pelo nosso SAC no (46) 3524-2332 ou nos envie uma mensagem via Whatsapp pelo número (46) 99982-0808.